Select Page

TEMA

Blood Flow Restriction Training – Uma Visão Geral

RFD Nº03

BLOOD FLOW RESTRICTION TRAINING
– UMA VISÃO GERAL

Daniel Caetano, Rogério Pereira, Renato Andrade, João Espregueira-Mendes

Clínica do Dragão, Espregueira-Mendes Sports Centre – FIFA Medical Centre of Excellence

RESUMO

A atrofia muscular e a redução dos níveis de força muscular resultam, não raramente, de lesões musculoesqueléticas agudas e crónicas, imobilização prolongada, cirurgia, sarcopenia, entre outras condições. O treino de força é a principal intervenção para desenvolver força e hipertrofia muscular, mas muitas vezes é contraindicado em populações clínicas. Blood Flow Restriction Training consiste na aplicação de pressão externa, através de um torniquete em volta de um membro. Tem demonstrado eficácia em diversas populações, nomeadamente nas que não podem ser sujeitas a treino de força com cargas altas. Resumem-se, neste artigo, as principais indicações clínicas para a prescrição desta modalidade.

PALAVRAS-CHAVE / KEYWORDS

Blood flow restriction training, sarcopenia, hipertrofia, população clínica
Blood flow restriction training, sarcopenia, hypertrophy, clinical population

SUMMARY

Muscle atrophy and reduced levels of muscle strength result often from acute and chronic musculoskeletal injuries, prolonged immobilization, surgery, sarcopenia, among other conditions. Strength training is the main intervention to develop muscle strength and hypertrophy, but it is often contraindicated in clinical populations. Blood Flow Restriction Training consists of applying external pressure, using a tourniquet around a limb. It is effective in several populations, namely those that cannot be exposed to high load strength training. This article summarizes the main clinical recommendations for this modality.

A atrofia muscular e a redução dos níveis de força muscular resultam, não raramente, de lesões musculoesqueléticas agudas e crónicas, imobilização prolongada, cirurgia1, sarcopenia2, entre outras condições. A prevalência da sarcopenia tem vindo aumentar nos últimos anos, e, com o envelhecimento da população, provavelmente será um problema crescente.3 O decréscimo de massa muscular, força4, função vascular5 e densidade mineral óssea6 decorrentes destes processos resultam na diminuição da funcionalidade, e existe uma forte associação entre redução da força e massa muscular e risco de mortalidade.7 A redução da resposta do músculo ao estímulo anabólico em idades mais avançadas parece estar na base da sarcopenia.8 Sabemos também que maiores níveis de força estão associados a menor risco de osteoartrite sintomática do joelho9, menores níveis de dor e melhor função física.10 Assim, como poderemos, nestas populações que muitas vezes não podem ou não querem ser sujeitas a altas cargas mecânicas11, fomentar as adaptações supraditas?

O Treino com Oclusão Vascular (TOV) ou Blood Flow Restriction Training (BFRT) consiste na aplicação de pressão externa, através de um torniquete ou manga (cuff) insuflável em volta de um membro, proximalmente aos músculos que se pretendem treinar, resistindo e limitando a circulação sanguínea de e para os músculos em treino.12 Esta limitação, geralmente é parcial para o fluxo arterial e completa para o fluxo venoso, originando um fenómeno de blood pooling nos capilares distais à pressão externa. Quando se adiciona contração, aumenta a pressão intramuscular debaixo da manga – maior alteração do fluxo distalmente.13

Conteúdo exclusivo para subscritores

Se ainda não subscreveu a RFD, aproveite agora

Já é subscritor? Inicie Sessão

Recebemos a sua subscrição

Aguarde, por favor, até que a mesma fique concluída e poderá aceder a todo o conteúdo.