Select Page

Conteúdos

RFD Nº06

Dezembro 2021

ENTREVISTA

ANTÓNIO GASPAR

Fisioterapeuta

Clínica António Gaspar

INOVAÇÃO

UMA EQUIPA MULTIDISCIPLINAR PARA PRODUÇÃO E PARTILHA DE CONTEÚDO, PROMOVENDO O CRESCIMENTO DA MEDICINA DESPORTIVA E CIÊNCIAS DO DESPORTO.

A Football Medicine é uma equipa multidisciplinar de profissionais e clínicos envolvidos na Medicina Desportiva e nas Ciências do Desporto, ambas aplicadas ao futebol, motivados pela experiência e vontade de produção de conteúdo, promovendo assim a formação dos pares e o debate de ideias.

ARTIGO

Pliometria – Quando e Como Prescrever (Parte 2/2)

RESUMO

A prática desportiva exige ao atleta a produção de níveis elevados de força, frequentemente num curto espaço de tempo – potência. Uma ferramenta para preparar o atleta para esta necessidade ao longo do processo de reabilitação é a pliometria.

ARTIGO

PREVALÊNCIA DE SINTOMATOLOGIA MUSCULOESQUELÉTICA E DE LESÕES DESPORTIVAS NO GOLFE

RESUMO

Objetivo – Investigar a prevalência de lesões e sintomatologia musculoesquelética (SME) em golfistas e testar a sua associação relativamente a diferentes variáveis.

ARTIGO

ATHLETES ANTI-DOPING RIGHTS ACT

Este documento foi aprovado em 7 de novembro de 2019 pelo Comité Executivo da Agência Mundial de Antidopagem (WADA – AMA) e tem como objetivo proteger os direitos dos atletas na antidopagem de modo claro, acessível e aplicados em todo o Mundo. Este aspeto decorre dos objetivos do Código Mundial de Antidopagem (CMA)…

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A Importância do Fisioterapeuta na Prática Desportiva das Crianças com Deficiência: A Reabilitação e o Despertar para a Actividade Física e a Experimentação de Diferentes Modalidades

Desde cedo os pais inscrevem os filhos em diferentes atividades físicas / desportos, conforme as suas preferências. Eles podem experimentar várias atividades e progredir na modalidade para a qual demonstram aptidão e gosto pela prática.

ARTIGO

VARIABILIDADE DE COMPETÊNCIAS MOTORAS APÓS LESÃO DESPORTIVA

Aquando de uma lesão no desporto, a retoma à atividade desportiva acontece tanto melhor quanto o sistema de controlo motor (SCM) melhor aprender a lidar com a mesma…

ARTIGO

O Papel da Fisioterapia Pré-Operatória na Recuperação após Reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior em Atletas

RESUMO

A rotura do ligamento cruzado anterior é uma das lesões mais frequentes no desporto podendo estar associada ao final precoce da carreira desportiva do atleta por incapacidade funcional e dor.

INOVAÇÃO

A Utilização da Instrumentação Biomédica no Processo de Avaliação e Intervenção em Fisioterapia

Laboratório de Avaliação Física e Funcional em Fisioterapia – LAFFFi
Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz – CiiEM
Grupo de Análise Física e Funcional Egas Moniz GAFFEM

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

ENTREVISTA

ANTÓNIO GASPAR

Fisioterapeuta

Clínica António Gaspar

INOVAÇÃO

UMA EQUIPA MULTIDISCIPLINAR PARA PRODUÇÃO E PARTILHA DE CONTEÚDO, PROMOVENDO O CRESCIMENTO DA MEDICINA DESPORTIVA E CIÊNCIAS DO DESPORTO.

A Football Medicine é uma equipa multidisciplinar de profissionais e clínicos envolvidos na Medicina Desportiva e nas Ciências do Desporto, ambas aplicadas ao futebol, motivados pela experiência e vontade de produção de conteúdo, promovendo assim a formação dos pares e o debate de ideias.

ARTIGO

Pliometria – Quando e Como Prescrever (Parte 2/2)

RESUMO

A prática desportiva exige ao atleta a produção de níveis elevados de força, frequentemente num curto espaço de tempo – potência. Uma ferramenta para preparar o atleta para esta necessidade ao longo do processo de reabilitação é a pliometria.

ARTIGO

PREVALÊNCIA DE SINTOMATOLOGIA MUSCULOESQUELÉTICA E DE LESÕES DESPORTIVAS NO GOLFE

RESUMO

Objetivo – Investigar a prevalência de lesões e sintomatologia musculoesquelética (SME) em golfistas e testar a sua associação relativamente a diferentes variáveis.

ARTIGO

ATHLETES ANTI-DOPING RIGHTS ACT

Este documento foi aprovado em 7 de novembro de 2019 pelo Comité Executivo da Agência Mundial de Antidopagem (WADA – AMA) e tem como objetivo proteger os direitos dos atletas na antidopagem de modo claro, acessível e aplicados em todo o Mundo. Este aspeto decorre dos objetivos do Código Mundial de Antidopagem (CMA)…

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A Importância do Fisioterapeuta na Prática Desportiva das Crianças com Deficiência: A Reabilitação e o Despertar para a Actividade Física e a Experimentação de Diferentes Modalidades

Desde cedo os pais inscrevem os filhos em diferentes atividades físicas / desportos, conforme as suas preferências. Eles podem experimentar várias atividades e progredir na modalidade para a qual demonstram aptidão e gosto pela prática.

ARTIGO

VARIABILIDADE DE COMPETÊNCIAS MOTORAS APÓS LESÃO DESPORTIVA

Aquando de uma lesão no desporto, a retoma à atividade desportiva acontece tanto melhor quanto o sistema de controlo motor (SCM) melhor aprender a lidar com a mesma…

ARTIGO

O Papel da Fisioterapia Pré-Operatória na Recuperação após Reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior em Atletas

RESUMO

A rotura do ligamento cruzado anterior é uma das lesões mais frequentes no desporto podendo estar associada ao final precoce da carreira desportiva do atleta por incapacidade funcional e dor.

INOVAÇÃO

A Utilização da Instrumentação Biomédica no Processo de Avaliação e Intervenção em Fisioterapia

Laboratório de Avaliação Física e Funcional em Fisioterapia – LAFFFi
Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz – CiiEM
Grupo de Análise Física e Funcional Egas Moniz GAFFEM

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

Conteúdos

RFD Nº05

Outubro 2021

ENTREVISTA

ANTÓNIO LOPES

Fisioterapeuta

Fisiolopes

ARTIGO

A SÍNDROME DA BANDA ILIOTIBIAL EM CORREDORES

RESUMO

A síndrome da banda iliotibial é uma lesão causada pelo uso excessivo dos tecidos que ocorre frequentemente em corredores. É uma das principais causas de dor lateral no joelho, podendo levar à interrupção da atividade.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

CRISTINA MARQUES

O Fisioterapeuta no desporto desenvolve competências específicas na promoção da atividade física de forma efetiva e segura, na educação e aconselhamento dos atletas…

ARTIGO

Pliometria – Importância na Reabilitação (PARTE 1/2)

RESUMO

O perfil de competências do fisioterapeuta engloba diversas áreas de intervenção, incluindo (embora não restrito) a prática clínica. A Fisioterapia no desporto foca-se no acompanhamento de atletas através da reabilitação em contexto de lesão.

TEMA

MENISCECTOMIA E SUTURA MENISCAL: UMA BREVE ABORDAGEMEM CORREDORES

RESUMO

A abordagem perante uma lesão meniscal deve ser sempre submetida a uma avaliação multifatorial: deve ser sempre considerado o tipo de lesão meniscal e o tipo de paciente que temos perante nós.

ARTIGO DE OPINIÃO

KINESIO TAPE VS. DYNAMIC TAPE

INTRODUÇÃO

Há milhares de anos que se usam fitas/tapes adesivas como coadjuvantes terapêuticos. Um dos primeiros usos de fitas para fins de tratamento de que temos conhecimento é de 460-377 A.C, quanto Hipócrates utilizava uma banda de linho do tipo rígida para o tratamento de pé torto congénito.

ARTIGO DE OPINIÃO

IMPACTO DA FLEXIBILIDADE NO DESEMPENHO DESPORTIVO DE JOGADORES DE FUTEBOL

RESUMO

O treino de flexibilidade, através de alongamentos, é uma prática comum no mundo do deporto e nomeadamente no futebol.

ARTIGO

O Sistema de Localização – 5

O sistema de localização (SL), referido pela Agência Mundial de Antidopagem (AMA) como Whereabouts, é a obrigação que alguns atletas têm de fornecer a sua localização, num período horário do seu quotidiano, a uma federação desportiva internacional (FDI) ou à sua organização de antidopagem nacional (OADN).

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

ENTREVISTA

ANTÓNIO LOPES

Fisioterapeuta

Fisiolopes

ARTIGO

A SÍNDROME DA BANDA ILIOTIBIAL EM CORREDORES

RESUMO

A síndrome da banda iliotibial é uma lesão causada pelo uso excessivo dos tecidos que ocorre frequentemente em corredores. É uma das principais causas de dor lateral no joelho, podendo levar à interrupção da atividade.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

CRISTINA MARQUES

O Fisioterapeuta no desporto desenvolve competências específicas na promoção da atividade física de forma efetiva e segura, na educação e aconselhamento dos atletas…

ARTIGO

Pliometria – Importância na Reabilitação (PARTE 1/2)

RESUMO

O perfil de competências do fisioterapeuta engloba diversas áreas de intervenção, incluindo (embora não restrito) a prática clínica. A Fisioterapia no desporto foca-se no acompanhamento de atletas através da reabilitação em contexto de lesão.

TEMA

MENISCECTOMIA E SUTURA MENISCAL: UMA BREVE ABORDAGEMEM CORREDORES

RESUMO

A abordagem perante uma lesão meniscal deve ser sempre submetida a uma avaliação multifatorial: deve ser sempre considerado o tipo de lesão meniscal e o tipo de paciente que temos perante nós.

ARTIGO DE OPINIÃO

KINESIO TAPE VS. DYNAMIC TAPE

INTRODUÇÃO

Há milhares de anos que se usam fitas/tapes adesivas como coadjuvantes terapêuticos. Um dos primeiros usos de fitas para fins de tratamento de que temos conhecimento é de 460-377 A.C, quanto Hipócrates utilizava uma banda de linho do tipo rígida para o tratamento de pé torto congénito.

ARTIGO DE OPINIÃO

IMPACTO DA FLEXIBILIDADE NO DESEMPENHO DESPORTIVO DE JOGADORES DE FUTEBOL

RESUMO

O treino de flexibilidade, através de alongamentos, é uma prática comum no mundo do deporto e nomeadamente no futebol.

ARTIGO

O Sistema de Localização – 5

O sistema de localização (SL), referido pela Agência Mundial de Antidopagem (AMA) como Whereabouts, é a obrigação que alguns atletas têm de fornecer a sua localização, num período horário do seu quotidiano, a uma federação desportiva internacional (FDI) ou à sua organização de antidopagem nacional (OADN).

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

Conteúdos

RFD Nº04

Agosto 2021

ENTREVISTA

NUNO MORAIS

Fisioterapeuta

Fisiotrauma Fisioterapia

ENTREVISTA

FREDERICO MORAIS

Top 10 World Tour da Liga Mundial de Surf

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

DIOGO ALHINHO

Como foi o teu percurso?

Terminei a licenciatura em 2016 e durante os primeiros anos de prática clínica como fisioterapeuta de Medicina Física e Reabilitação trabalhei em ambiente clínico com um rácio de quatro …

TEMA

Protocolo de Askling na Reabilitação das Lesões nos Músculos Isquiotibiais

RESUMO

As lesões nos músculos isquiotibiais encontram-se entre as mais comuns nos desportos de não-contacto. O treino excêntrico tem influência na curva comprimento-tensão do músculo, melhorando a performance em atividades como o sprint e reduzindo o risco de lesões nos músculos isquiotibiais.

ARTIGO

Quanto Podemos Beneficiar por usar Menos? O Calçado Minimalista e a Reabilitação

COMO TUDO COMEÇOU

Os antropologistas sugerem que há 4 milhões de anos os nossos ancestrais hominídeos caminhavam descalços.1

ARTIGO

Disfunções do Pavimento Pélvico em Mulheres Atletas

RESUMO

As disfunções do pavimento pélvico ocorrem em mulheres em diversas faixas etárias. Contudo, a incontinência urinária é um dos principais problemas de disfunção do pavimento pélvico, afetando mulheres com faixa etária mais elevada.

ARTIGO DE OPINIÃO

Os Registos na Fisioterapia no Desporto e a Importância dos Estudos Epidemiológicos

REGISTOS EM FISIOTERAPIA – UM DEVER DO FISIOTERAPEUTA

Na edição anterior da Revista de Fisioterapia Desportiva Informa, o Ft. João Noura apresentou um infográfico …

ARTIGO

O grau de Cinesiofobia na Tomada de Dedisão em Fisioterapia Desportiva

A fisioterapia é a profissão da saúde que se centra na análise do movimento corporal, compreendendo tanto as suas capacidades como as disfunções.

ARTIGO

AUTORIZAÇÃO DE UTILIZAÇÃO TERAPÊUTICA (AUT) – 4

Todos os atletas têm direito ao melhor tratamento disponível, incluindo o uso de substâncias ou métodos proibidos previstos no Código Mundial de Antidopagem (Código).

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

ENTREVISTA

NUNO MORAIS

Fisioterapeuta

Fisiotrauma Fisioterapia

ENTREVISTA

FREDERICO MORAIS

Top 10 World Tour da Liga Mundial de Surf

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

DIOGO ALHINHO

Como foi o teu percurso?

Terminei a licenciatura em 2016 e durante os primeiros anos de prática clínica como fisioterapeuta de Medicina Física e Reabilitação trabalhei em ambiente clínico com um rácio de quatro …

TEMA

Protocolo de Askling na Reabilitação das Lesões nos Músculos Isquiotibiais

RESUMO

As lesões nos músculos isquiotibiais encontram-se entre as mais comuns nos desportos de não-contacto. O treino excêntrico tem influência na curva comprimento-tensão do músculo, melhorando a performance em atividades como o sprint e reduzindo o risco de lesões nos músculos isquiotibiais.

ARTIGO

Quanto Podemos Beneficiar por usar Menos? O Calçado Minimalista e a Reabilitação

COMO TUDO COMEÇOU

Os antropologistas sugerem que há 4 milhões de anos os nossos ancestrais hominídeos caminhavam descalços.1

ARTIGO

Disfunções do Pavimento Pélvico em Mulheres Atletas

RESUMO

As disfunções do pavimento pélvico ocorrem em mulheres em diversas faixas etárias. Contudo, a incontinência urinária é um dos principais problemas de disfunção do pavimento pélvico, afetando mulheres com faixa etária mais elevada.

ARTIGO DE OPINIÃO

Os Registos na Fisioterapia no Desporto e a Importância dos Estudos Epidemiológicos

REGISTOS EM FISIOTERAPIA – UM DEVER DO FISIOTERAPEUTA

Na edição anterior da Revista de Fisioterapia Desportiva Informa, o Ft. João Noura apresentou um infográfico …

ARTIGO

O grau de Cinesiofobia na Tomada de Dedisão em Fisioterapia Desportiva

A fisioterapia é a profissão da saúde que se centra na análise do movimento corporal, compreendendo tanto as suas capacidades como as disfunções.

ARTIGO

AUTORIZAÇÃO DE UTILIZAÇÃO TERAPÊUTICA (AUT) – 4

Todos os atletas têm direito ao melhor tratamento disponível, incluindo o uso de substâncias ou métodos proibidos previstos no Código Mundial de Antidopagem (Código).

PUB

PUB

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

Conteúdos

RFD Nº03

Junho 2021

ENTREVISTA

ISABEL DE SOUZA GUERRA

Fisioterapeuta

Presidente da Comissão Instaladora

ORDEM DOS FISIOTERAPEUTAS

VOZ DOS PARCEIROS

A RELEVÂNCIA DA REVISTA DE FISIOTERAPIA NO DESPORTO

RESUMO

A Fisioterapia tem evoluído de uma forma exponencial, mas consistente, e, sobretudo, com dignidade. Muito desse crescimento deve-se ao trabalho desenvolvido pelos inúmeros colegas que ao longo destes anos têm contribuído para levar a Fisioterapia mais além e também fruto desse trabalho é a criação desta Revista.

ARTIGO

A LISTA DE SUBSTÂNCIAS E DE MÉTODOS PROIBIDOS – 3

Esta Lista constitui mais uma Norma do Código Mundial de Antidopagem (Código), é atualizada anualmente e entra em vigor no dia 1 de janeiro de cada ano. É transcrita para a legislação portuguesa e publicada obrigatoriamente em Diário da República.

TEMA

BLOOD FLOW RESTRICTION TRAINING – UMA VISÃO GERAL

RESUMO

A atrofia muscular e a redução dos níveis de força muscular resultam, não raramente, de lesões musculoesqueléticas agudas e crónicas, imobilização prolongada, cirurgia, sarcopenia, entre outras condições.

SECÇÃO

PATOLOGIA MUSCULOESQUELÉTICA E REABILITAÇÃO

O Massachusetts General Hospital, de Boston, através do departamento de Medicina Desportiva / Ortopedia publica no seu site protocolos de tratamento e reabilitação de várias lesões que ocorrem no desporto, mas que também podem ocorrer no contexto laboral ou artístico.

ARTIGO

A DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR EM ATLETAS

INTRODUÇÃO

A disfunção temporomandibular (DTM) é um termo abrangente que agrupa sinais e sintomas relacionados com dor e disfunção da musculatura mastigatória da articulação temporomandibular (ATM) e das estruturas envolventes, como o crânio e a coluna cervical.1 Esta é a principal causa de dor orofacial em todo o mundo.2

ARTIGO DE OPINIÃO

O PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NO DESPORTO – A NECESSIDADE E BENEFÍCIOS DA UNIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

No longínquo mês de novembro de 2004 decorria no Estoril uma Reunião Geral do International Federation of Sports Physical Therapy (IFSPT), sub-grupo da antiga WCPT (agora World Physiotherapy) …

ARTIGO DE OPINIÃO

AS TÉCNICAS ARTICULARES NO DESPORTISTA DE ALTO RENDIMENTO

É um dado adquirido, há vários anos, que as grandes equipas profissionais de futebol, de ciclismo ou de basquetebol têm na sua equipa médica um fisioterapeuta ou osteopata.

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

ENTREVISTA

ISABEL DE SOUZA GUERRA

Fisioterapeuta

Presidente da Comissão Instaladora

ORDEM DOS FISIOTERAPEUTAS

VOZ DOS PARCEIROS

A RELEVÂNCIA DA REVISTA DE FISIOTERAPIA NO DESPORTO

RESUMO

A Fisioterapia tem evoluído de uma forma exponencial, mas consistente, e, sobretudo, com dignidade. Muito desse crescimento deve-se ao trabalho desenvolvido pelos inúmeros colegas que ao longo destes anos têm contribuído para levar a Fisioterapia mais além e também fruto desse trabalho é a criação desta Revista.

ARTIGO

A LISTA DE SUBSTÂNCIAS E DE MÉTODOS PROIBIDOS – 3

Esta Lista constitui mais uma Norma do Código Mundial de Antidopagem (Código), é atualizada anualmente e entra em vigor no dia 1 de janeiro de cada ano. É transcrita para a legislação portuguesa e publicada obrigatoriamente em Diário da República.

TEMA

BLOOD FLOW RESTRICTION TRAINING – UMA VISÃO GERAL

RESUMO

A atrofia muscular e a redução dos níveis de força muscular resultam, não raramente, de lesões musculoesqueléticas agudas e crónicas, imobilização prolongada, cirurgia, sarcopenia, entre outras condições.

SECÇÃO

PATOLOGIA MUSCULOESQUELÉTICA E REABILITAÇÃO

O Massachusetts General Hospital, de Boston, através do departamento de Medicina Desportiva / Ortopedia publica no seu site protocolos de tratamento e reabilitação de várias lesões que ocorrem no desporto, mas que também podem ocorrer no contexto laboral ou artístico.

ARTIGO

A DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR EM ATLETAS

INTRODUÇÃO

A disfunção temporomandibular (DTM) é um termo abrangente que agrupa sinais e sintomas relacionados com dor e disfunção da musculatura mastigatória da articulação temporomandibular (ATM) e das estruturas envolventes, como o crânio e a coluna cervical.1 Esta é a principal causa de dor orofacial em todo o mundo.2

ARTIGO DE OPINIÃO

O PAPEL DO FISIOTERAPEUTA NO DESPORTO – A NECESSIDADE E BENEFÍCIOS DA UNIFICAÇÃO DE COMPETÊNCIAS

No longínquo mês de novembro de 2004 decorria no Estoril uma Reunião Geral do International Federation of Sports Physical Therapy (IFSPT), sub-grupo da antiga WCPT (agora World Physiotherapy) …

ARTIGO DE OPINIÃO

AS TÉCNICAS ARTICULARES NO DESPORTISTA DE ALTO RENDIMENTO

É um dado adquirido, há vários anos, que as grandes equipas profissionais de futebol, de ciclismo ou de basquetebol têm na sua equipa médica um fisioterapeuta ou osteopata.

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

Conteúdos

RFD Nº02

Abril 2021

ENTREVISTA

ADÉRITO SEIXAS

Fisioterapeuta

Presidente do Conselho Diretivo Nacional Associação Portuguesa de Fisioterapeutas

APFISIO

CASO CLÍNICO

AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DE UM CASO DE PUBALGIA UTILIZANDO O MÉTODO DAS CADEIAS MUSCULARES

RESUMO

A pubalgia ou síndrome pubálgica é atualmente uma das patologias mais incapacitantes no mundo desportivo, principalmente no futebol. Entende- -se por pubalgia como sendo uma síndrome dolorosa que afeta a sínfise púbica, região abdominal e adutora. Uma das causas que origina a pubalgia é o desequilíbrio na origem muscular, causado pelos grupos musculares que se inserem na cintura pélvica e que predispõem a sínfise púbica a trações mecânicas. A abordagem destes casos requer cuidada avaliação para determinar qual a real origem da disfunção e depois instituir o tratamento adequado. O método utilizado neste estudo de caso foi o método das Cadeias Musculares.

TEMA

PREVALÊNCIA DE LESÕES DESPORTIVAS NA LIGA BPI DE FUTEBOL FEMININO 11

RESUMO

Objetivo: Analisar a prevalência de lesões desportivas em futebolistas da Liga BPI de futebol 11 e associações entre a lesão e determinadas caraterísticas biológicas e de treino. Metodologia: 118 futebolistas da Liga BPI, com uma média de 23,1 anos, preencheram um questionário individual, de forma a obter informações acerca da sua vida desportiva e existência de lesões.

ARTIGO

O CONTROLO DE ANTIDOPAGEM – 2(1)

Uma Norma importante regulamentadora do Código Mundial de Antidopagem é a International Standard for TESTING and INVESTIGATIONS, que se encontra efetiva desde 1/1/2021.

ARTIGO DE OPINIÃO

REVISTA FISIOTERAPIA DESPORTIVA UMA OPORTUNIDADE NO CAMINHO PARA A MUDANÇA

Ponto de Vista

As mudanças e avanços sociais que temos vindo a fazer nas últimas décadas são quase inacreditáveis; enquanto sociedade global, diminuímos a pobreza generalizada melhorando as condições de vida, aumentámos exponencialmente a esperança média de vida (com trabalho já feito – mas muito mais por fazer – ao tornar esse acréscimo em tempo de vida com qualidade), criámos cuidados de saúde mais eficazes, e mais acessíveis, a mais gente, construímos infraestruturas e formas de transporte mais seguros e confortáveis (…)

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

TERAPIA POR ONDAS DE CHOQUE ALIADA À RECUPERAÇÃO DE LESÕES

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

O FISIOTERAPEUTA TAMBÉM FOI UM IRONMAN

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

ENTREVISTA

ADÉRITO SEIXAS

Fisioterapeuta

Presidente do Conselho Diretivo Nacional Associação Portuguesa de Fisioterapeutas

APFISIO

CASO CLÍNICO

AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DE UM CASO DE PUBALGIA UTILIZANDO O MÉTODO DAS CADEIAS MUSCULARES

RESUMO

A pubalgia ou síndrome pubálgica é atualmente uma das patologias mais incapacitantes no mundo desportivo, principalmente no futebol. Entende- -se por pubalgia como sendo uma síndrome dolorosa que afeta a sínfise púbica, região abdominal e adutora. Uma das causas que origina a pubalgia é o desequilíbrio na origem muscular, causado pelos grupos musculares que se inserem na cintura pélvica e que predispõem a sínfise púbica a trações mecânicas. A abordagem destes casos requer cuidada avaliação para determinar qual a real origem da disfunção e depois instituir o tratamento adequado. O método utilizado neste estudo de caso foi o método das Cadeias Musculares.

TEMA

PREVALÊNCIA DE LESÕES DESPORTIVAS NA LIGA BPI DE FUTEBOL FEMININO 11

RESUMO

Objetivo: Analisar a prevalência de lesões desportivas em futebolistas da Liga BPI de futebol 11 e associações entre a lesão e determinadas caraterísticas biológicas e de treino. Metodologia: 118 futebolistas da Liga BPI, com uma média de 23,1 anos, preencheram um questionário individual, de forma a obter informações acerca da sua vida desportiva e existência de lesões.

ARTIGO

O CONTROLO DE ANTIDOPAGEM – 2(1)

Uma Norma importante regulamentadora do Código Mundial de Antidopagem é a International Standard for TESTING and INVESTIGATIONS, que se encontra efetiva desde 1/1/2021.

ARTIGO DE OPINIÃO

REVISTA FISIOTERAPIA DESPORTIVA UMA OPORTUNIDADE NO CAMINHO PARA A MUDANÇA

Ponto de Vista

As mudanças e avanços sociais que temos vindo a fazer nas últimas décadas são quase inacreditáveis; enquanto sociedade global, diminuímos a pobreza generalizada melhorando as condições de vida, aumentámos exponencialmente a esperança média de vida (com trabalho já feito – mas muito mais por fazer – ao tornar esse acréscimo em tempo de vida com qualidade), criámos cuidados de saúde mais eficazes, e mais acessíveis, a mais gente, construímos infraestruturas e formas de transporte mais seguros e confortáveis (…)

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

TERAPIA POR ONDAS DE CHOQUE ALIADA À RECUPERAÇÃO DE LESÕES

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

O FISIOTERAPEUTA TAMBÉM FOI UM IRONMAN

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER

Conteúdos

RFD Nº01

Fevereiro 2021

ENTREVISTA

José Luís Rocha

Fisioterapeuta

Primeiro e único fisioterapeuta do quadro do Instituto de Desporto de Portugal; 65 anos anos de idade; Coordenador do Setor de Fisioterapia do Centro de Medicina Desportiva de Lisboa; Direção da Clínica da Mão/Aquavida.

TEMA

REGRESSO AO DESPORTO APÓS RECONSTRUÇÃO DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR DO JOELHO:
DOS CRITÉRIOS À DECISÃO INFORMADA E PARTILHADA!

RESUMO

Apenas 55% dos atletas após reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA) retomam o desporto de elite. Atletas masculinos jovens com respostas psicológicas positivas, simetria nos hop tests e participação desportiva ao nível da elite são fatores que se associam com uma taxa mais alta de retorno ao nível desportivo pré-lesão.

CASO CLÍNICO

INSTABILIDADE ÂNTERO-INFERIOR RECORRENTE DO OMBRO

RESUMO

O ombro é a articulação mais complexa do corpo humano. A grande liberdade de movimentos nesta articulação é a principal causa de instabilidade. A instabilidade varia no seu grau, direção, etiologia e volição, verificando-se um espectro alargado de condições. Compreender as diferentes lesões que resultam do primeiro episódio de luxação é muito importante para o tratamento adequado.

ARTIGO

APFISIO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE FISIOTERAPEUTAS

A Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (APFISIO) foi fundada em 12 de novembro de 1960. Foi “criada 3 anos após a formação das primeiras fisioterapeutas no país” e representa a classe dos fisioterapeutas em Portugal.

CASO CLÍNICO

PROTOCOLO DE REABILITAÇÃO EM DOENTE OPERADO AO OMBRO APÓS LUXAÇÃO RECIDIVANTE

RESUMO

O complexo articular do ombro possui grande mobilidade e, como tal, grande instabilidade, necessitando de um processo de reabilitação minucioso, progressivo, complexo e demorado, de forma a atingir a recuperação funcional do atleta e, no caso particular, a competição. A reabilitação começou por indicação médica, neste caso às três semanas, num atleta de alta competição de wakeboard, desenrolando-se durante quatro fases até aos seis meses após a cirurgia.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

MODALIDADES DESPORTIVAS ADAPTADAS ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Ft. Cristina Marques

Fisioterapeuta da Seleção Nacional de Boccia

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

O QUE É A ELECTROESTIMULAÇÃO MUSCULAR E COMO PODEMOS ALIÁ-LA À REABILITAÇÃO?

Ft. Filipa Antunes

Fisioterapeuta, osteopata.

Caro fisioterapeuta

Quer publicar na RFD?
Quer mostrar o seu trabalho?
Teremos muito gosto em fazê-lo.

VEJA AQUI COMO O PODE FAZER