Select Page

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

A Importância do Fisioterapeuta na Prática Desportiva das Crianças com Deficiência: A Reabilitação e o Despertar para a Actividade Física e a Experimentação de Diferentes Modalidades

RFD Nº06

CRISTINA MARQUES

Fisioterapeuta

 

Selecão Nacional de Boccia
Instituto da Segurança Social
Cliníca privada
Professora convidada Licenciatura de Osteopatia Universidade Atlantica

A IMPORTÂNCIA DO FISIOTERAPEUTA NA PRÁTICA DESPORTIVA DAS CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA: A REABILITAÇÃO E O DESPERTAR PARA A ACTIVIDADE FÍSICA E A EXPERIMENTAÇÃO DE DIFERENTES MODALIDADES

Desde cedo os pais inscrevem os filhos em diferentes atividades físicas / desportos, conforme as suas preferências. Eles podem experimentar várias atividades e progredir na modalidade para a qual demonstram aptidão e gosto pela prática. Quando o filho nasce com deficiência os pais procuram e utilizam todos os recursos que encontram e lhes são disponibilizados para eliminar ou minimizar a deficiência e a incapacidade que ela causa. Neste processo o fisioterapeuta é desde cedo envolvido e chamado a intervir, podendo ter um papel crucial no encaminhamento e estímulo para a experimentação e prática desportiva destas crianças.

PRÁTICA DESPORTIVA EM CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA, QUE OBJETIVOS E PORQUÊ?

A atividade física desenvolve nas crianças a consciência positiva de si mesma, as competências sociais, a aptidão física e motora, as habilidades motoras, de tempo livre, de jogo e de expressão criativa, o reforço da autoestima, a redução do risco de doenças (obesidade, ansiedade, depressão, stress, agorafobia, diabetes, osteoporose, cardiovasculares e outras), reconhecendo que alguns dos benefícios desta participação contribuem especificamente para a qualidade de vida.

As crianças com deficiência devem ser incentivadas à participação desportiva e atividade física em geral. Não devemos encarar o desporto como algo que elas não podem fazer. Em equipa com os pais, o fisioterapeuta deve orientar a criança para experimentar / praticar desportos nos quais possa ter sucesso e diversão. A
iniciação da prática desportiva deve ser diversificada e de acordo com as preferências, capacidades e incapacidades da criança.

Conteúdo exclusivo para subscritores

Se ainda não subscreveu a RFD, aproveite agora

Já é subscritor? Inicie Sessão

Recebemos a sua subscrição

Aguarde, por favor, até que a mesma fique concluída e poderá aceder a todo o conteúdo.